pexels-cottonbro-5607956.jpg

Projeto Jacarandás
Floresta Coletiva

O projeto

Projeto

cidade universitária

Mais do que preservar, precisamos restaurar o que foi perdido.

Todos nós sabemos da importância de não apenas interromper o crescente desmatamento e preservar a natureza, mas sobretudo de criar cada vez mais espaços de áreas verdes pelo Brasil. E como fazemos isso? Através do reflorestamento. 

 

O reflorestamento é uma das principais ferramentas que temos para desacelerar as mudanças climáticas, pois essa atividade ajuda a regenerar o solo, recapturar carbono e proteger a nossa biodiversidade. E mais do que isso, também vale ressaltar, o reflorestamento é um excelente instrumento de engajamento para seus colaboradores, clientes e parceiros em uma ação divertida, prazerosa e muito educativa, sem cair na mesmice. 

20191124_083611.jpg
DJI_0265 (1).JPG

O sítio Jacarandás.

Design sem nome (9).png

Mariana e Marcelo Haddad.

jacrandas2019.png

Sobre o local do plantio

O espaço de plantio, o sítio Jacarandás, é de propriedade do casal de engenheiros ambientais Mariana e Marcelo Haddad, que adquiriram o terreno de 20 hectares com o objetivo de reverter o quadro ambiental da região, outrora rico em Mata Atlântica. 

 

Ao adquirir o sítio de 20 hectares, o plano do casal era recuperar o local, substituindo as plantações de eucalipto por mata nativa, e então transformar a área em uma RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), para assim a área se tornar um lugar de mata preservada permanente.

 

Foi aí que entraram em contato com a Moetá para dar o pontapé inicial nesse sonho. Com seu know how e experiência em plantios através do uso da técnica Miyawaki, a consultoria em cultura ecológica ajudou a dar início ao desejo do casal, dando materialidade ao que antes só existia na imaginação. 

 

O sítio Jacarandás, além de prezar pela perspectiva ambiental, também possui uma proposta social: a educação das nossas crianças. Apoiando e promovendo o contato e o desenvolvimento de atividades de plantio para os jovens em formação escolar, o projeto tem potencial para ensinar as crianças desde a mais tenra idade a importância do respeito e amor pela natureza e biodiversidade. 

Equipe Moetá e Marcelo Haddad durante plantio em 2019.

Benefícios

Além de gerar florestas 30 vezes mais densas com um crescimento 10 vezes mais rápido do que os plantios convencionais com a Técnica Miyawaki as florestas da Moetá também:

 

  • Proporcionam uma maior qualidade do ar e captura de carbono;

  • Aumentam a produção de água, bem como sua retenção e recarga no solo;

  • Fomentam a economia circular e o pagamento justo em toda a cadeia;

  • Utilizam fornecedores e mão de obra local, fortalecendo a economia da região;

  • E, claro, contribuem na criação de uma RPPN no Estado de São Paulo.

 

 E aumentam expressivamente a biodiversidade:


O plantio é feito essencialmente com mudas nativas da Mata Atlântica, que são selecionadas de acordo com suas características de desenvolvimento. A variedade plantada no projeto Jacarandás até hoje foi de 130 espécies, vindas de diferentes viveiros e que garantem uma variedade genética satisfatória, reproduzindo o bioma em sua diversidade.

WhatsApp Image 2021-09-20 at 18.47.09.jpeg

Floresta plantada com 9 meses de idade.

Quem nos apoia!

Essas são as instituições que estão fazendo parte e patrocinando esse sonho de plantar florestas coletivamente!

Captura_de_Tela_2021-08-30_às_20.20.23-removebg-preview.png
Logo Criança Natu - Criança Natu.png
logo_cor_01 sem fotografa - Vanessa Atalla.png
legadoverde_final3 - Roberto Carneiro.png

Para conhecer apoiadores coletivos de projetos anteriores, clique aqui

Quer vir nesse movimento conosco? Nos mande um oi: [email protected] 

Plantio Coletivo I

09/2020

09/2020

09/2020

09/2020

03/2021

03/2021

05/2021

05/2021

Localização