Qual a relação do homem com a natureza?

 
Mão esquerda de homem com os dedos polegar e indicador se tocando e apontados para o sol, que aparece entre seus dedos. A relação do homem com a natureza.

A relação do homem com a natureza se modificou de forma intensa. Nos afastamos dela e hoje sentimos falta. Como tudo isso começou?

Após alguns milênios de transformações na Terra, a espécie humana criou habitats totalmente modificados para atender às suas necessidades. As cidades passam a ser ambientes cujos aspectos culturais predominam para sua manutenção, gerando uma profunda desconexão da relação do homem com a natureza, mesmo estando em contato com a natureza o tempo todo.

O espaço natural é modificado por uma espécie quando essa busca criar as melhores condições para sua sobrevivência. A espécie humana realizou essas modificações de uma maneira muito intensa, criando ambientes totalmente artificiais e alterados por todo o planeta. As cidades se tornaram um habitat dominado pela cultura humana e coexistindo uma quantidade reduzida de outras espécies, em comparação a áreas naturais. Somado a isso, há uma cultura antropocêntrica predominante de superioridade humana, criando uma falsa noção de domínio na relação do homem com a natureza e que não fazemos parte dela.

Essa falsa noção de dominação da natureza gera um afastamento das pessoas, dos ciclos naturais e biológicos. Assim, nossa cultura gerou uma “falta de consciência ambiental”: não temos muito contato com a natureza, com plantas nos grandes centros urbanos, não temos mais noção da origem dos nossos alimentos, não sabemos plantar, compramos comidas prontas para consumo etc. Assim, agimos como se não fizéssemos mais parte da natureza. Mas fazemos sim!

Nas cidades os elementos naturais, biológicos e culturais coexistem e interagem entre si. Há ventos, chuvas, rios (mesmo poluídos eles continuam existindo), animais que se adaptaram ao ambiente urbano, constantemente nos alimentamos, nos relacionamos com outras pessoas, nos deslocamos, construímos moradias, entre tantos outros exemplos que podem ser dados. Toda essa dinâmica é o nosso contato com a natureza resistindo com perfeição nesses ambientes tão modificados pela relação do homem com a natureza e seu afastamento.

É claro que precisamos retomar o contato com a natureza novamente. Essa reconexão pautada pela educação ambiental fará com que nosso conhecimento sobre a natureza supere a barreira do medo dos aspectos naturais e possamos tomar melhores atitudes ambientais. E essa mudança só virá com empatia e educação. Devemos nos colocar no lugar da natureza, pois afinal, nós somos a natureza. E é nosso dever sermos agentes de transformação no ambiente urbano: ele foi criado por nós, é nossa responsabilidade e, portanto, sua transformação para um ambiente mais harmônico deve ser feita por cada um de nós no dia-a-dia.

E por onde re-começar nesse contato com a natureza? Existem diversos caminhos, mas o melhor é aquele que se encaixa na sua rotina. Busque ler mais sobre curiosidades da natureza, veja aquele documentário que está na sua lista da Netflix que você ainda não viu, vá até um parque ou praça perto da sua casa ou trabalho com mais frequência (e chame sua família e amigos para irem juntos!), medite e conecte-se com sua própria natureza, tenha plantas dentro de casa e procure ter um consumo mais consciente.

A Moetá acredita na melhora da relação do homem com a natureza! Estamos nesse movimento de contato com a natureza urbana e transformação pela natureza nas cidades, criando um estilo de vida sustentável de verdade e com mais bem-estar. Acompanhe as dicas sobre as temáticas ambientais em nosso blog e redes sociais ou entre com contato conosco para te ajudarmos a trilhar esse caminho. Além disso, se inscreva para receber em primeira mão nossa agenda de atividades!

Transforme-se pela natureza.

Confira nossas propostas no nosso site

Por Gabriel Dayan.

#natureza #humanidade #reconexão